sábado, 31 de dezembro de 2016

Balanço de um ano a terminar

Chegou a hora de fazer o balanço de mais um ano, a terminar. 

Gosto da sensação de olhar para ele, agora, como se planasse sobre uma floresta. Tudo me parece muito mais fácil, lógico e interessante do que quando me encontrava no meio do matagal, em que a sensação era antes a de uma minúscula formiga, a tentar chegar, sã e salva, ao formigueiro com a sua migalha de pão. 

Lembro-me das dúvidas e receios antes da partida. Lembro-me da sensação de murro no estômago, nos primeiros meses da minha adaptação. Lembro-me do momento em que tudo isso se dissipou. Lembro-me da amarga sensação de me sentir esquecida, e da doce sensação de cada uma das casualidades que foram fazendo dos nossos dias, os dias cheios de luz que são hoje. 

A distância, que era a maior dificuldade que 2016 apresentava, tem sido afinal, uma oportunidade muito frutífera. Sem o peso do meu passado, as pessoas de sempre e as expectativas criadas sobre mim, é muito mais fácil levar a cabo mudanças estruturais, que elevam o meu estado de consciência superior, nesta caminhada interna - que nunca está acabada - e que eu não sei viver, sem fazer.

Começar de novo, parece fazer parte do meu karma. E eu tenho aprendido que tal não é necessariamente mau. Metaforicamente falando, começar de novo é quase como acordar após um furacão, aprende-se a viver com o que, e/ou com quem, escolheu permanecer conosco, a vida é caótica por momentos, mas ganha contornos muito mais harmoniosos a médio e longo prazo.

Tudo está certo, tudo faz sentido.

Desejo para mim, como para todos vós, que 2017 seja terno, meigo, sábio e cheio de momentos felizes. Que saibamos encontrar a luz da alegria mesmo nos momentos mais infelizes. 

F E L I Z  2 0 1 7!!!!


Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

sábado, 24 de dezembro de 2016

Feliz Natal :: Merry Christmas

Desejo a todos um Santo e Feliz Natal.  
Que o maior presente de todos seja: estarmos presentes. 

**************

I wish you all a Merry Christmas
May the greatest present of all be: to be present. 




Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

My Handmade Christmas (VII) :: For Santa

Mais gesso, mais diversão.
Este ano o pai natal vai ter direito a um pratinho com leite e bolachas feito pelo Salvador (com a ajuda da mamã, claro).
Quero muito cultivar a sua imaginação. Tenho o plano estudado, e estou a torcer para que seja mais bem sucedido do que o do ano passado.

F E L I Z N A T A L!!!!


Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

My Handmade Christmas (VI) :: Friendship

O gesso foi a nossa imagem de marca esta quadra. Eu e o Salvador passamos uma tarde a fazer estas lembranças para todos os seus amiguinhos e professoras. 
Fica mais uma ideia. A antepenultima deste "massacre" de posts natalícios. Prometo :)

F E L I Z N A T A L!!!!



Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

My Handmade Christmas (V) :: Chocodates

Para abraçar a fase que percorremos, este ano, optei por fazer as lembranças de natal com inspiração árabe, e assim levar até aos meus amigos e família, um pouco destes sabores exóticos.
Eu nem era muito apreciadora de tâmaras, até provar estas, que viram vicio nada mais provar a primeira. 

Ingredientes: 
- amêndoa pelada
- tâmaras 
- chocolate 
- côco ralado

Modo de preparação:
Tostar ligeiramente a amêndoa no forno, deixar arrefecer.
Retirar o caroço às tâmaras e colocar uma amêndoa em cada uma.
Passar por chocolate derretido em banho maria e finalmente pelo côco ralado.
Colocar no frigorifico até solidificar.

F E L I Z  N A T A L!!!!






Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

My Handmade Christmas (IV) :: Estrela de cartão, fitas de retalhos

A parte favorita do petiz cá de casa é a colocação da estrela no topo da árvore, e o acender das luzes - e eu confesso, que a minha também. - Há qualquer coisa no acto de o pai pegar nele ao colo e na sua expressão compenetrada que me emociona.

As nossas decorações ficaram em Portugal, desculpa perfeita, para colocar mãos à obra: as fitas foram retalhos de tecido e a estrela fiz com cartão. 

F E L I Z  N A T A L!!!!





Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

My Handmade Christmas (III) :: Grinalda de natal, mas pouco...

Um dos meus adornos favoritos da época é a grinalda de natal, que enfeita a porta dos cristãos por este mundo fora, e que convida  a entrar na casa, o espirito natalício.
Há imensas formas de as fazer e eu adoro todas. Se os meus olhos se perdem naquelas feitas de elementos naturais, o meu coração grita por maneiras menos danosas para o eco-sistema.

Este ano e para não ferir as "susceptibilidades" locais, não me pareceu muito politicamente correcto fazer uma grinalda de Natal. Optei por uma simples e inofensiva estrela. Quem passa no corredor não  se sente ofendido, e para nós, continua a carregar o simbolismo da quadra.

Materiais:
- 12 palitos 
- washi tape 
- fio de algodão nas cores natalícias

F E L I Z  N A T A L!!!


Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

My Handmade Christmas (II) :: Advent Calendar Tutorial

{Scroll down for English}


Cada vez acho mais graça aos calendários do advento. No ano passado fiz a minha estreia. Acho que se não tivesse uma criança em casa passar-me-ia ao lado, como até então, pois não fazia parte das nossas tradições. Mas tradições boas, são de se adoptar, e por isso este ano decidi fazer o nosso próprio calendário do advento.

sábado, 3 de dezembro de 2016

My Handmade Christmas (I) :: Christmas decorations

{Scroll down for English}



O Natal está a aproximar-se a uma velocidade anormal. Sinto que fiz ainda muito pouco daquilo que tinha planeado e vivo na ilusão de que as próximas 3 semanas serão duplamente mais produtivas.

Entrar no espírito da quadra, vivendo no Médio Oriente, requer muita força de vontade. Não há meninos Jesus nas palhinhas deitado, ruas cintilantes, pinheiros decorados em cada esquina, anjos e estrelas, coros de natal, montras de tirar a respiração, pais natais e neve a fingir ou a sério.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

A minha primeira entrevista

Nunca antes me tinham pedido uma entrevista. Estou muito feliz por ter sido com a Isabel. 

A Isabel, mais conhecida por Bela, no seu Fairy Style, foi minha colega de curso, e aquilo que a vida acabou por ir separando, a blogosfera tratou de aproximar. 

Muito obrigada pelo convite, minha querida. Foi um prazer.
Grata, muito grata.

Podem ler a entrevista, aqui.


Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

terça-feira, 22 de novembro de 2016

When dark meets bright

{Scroll down for English}

"Os dias mais marcantes são aqueles em que a gente sai deles um pouco modificados. São os dias que nos lembraremos para sempre, não importa quanto tempo passe. São os dias em que, sem anestesia alguma, somos confrontados com as verdades que nos fazem crescer, e de alguma maneira, enrijecer. 
...
Os dias mais marcantes são aqueles em que a vida contraria o óbvio. Em que os começos difíceis são massacrados pela força de um final feliz. Em que a brisa suave do pensamento leva embora um furacão de sentimentos. Dias em que a urgência de ser feliz aprende a ser calmaria do encantamento. E tempo em que toda a poesia grita em detrimento de todo barulho que há em mim…

*************
"The most remarkable days are those in which we feel modified. These are the days we will remember forever, no matter how much time passes. These are the days when, without anesthesia, we are confronted with the truths that make us grow, and somehow stiffen.
...
The most remarkable days are those in which life runs opposite side to the obvious. In which the difficult beginnings are massacred by the force of a happy ending. In which the gentle breeze of a thought washes away a hurricane of feelings. The days when the urge to be happy learns to be the lull of enchantment. And time when all poetry shouts in detriment of all the noise that is within me... "

6 anos / 6 years

Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

terça-feira, 15 de novembro de 2016

Kids working space

{Scroll down for English}

(Há uns meses atrás).

- Mãe, o que estas a fazer?
- Estou a trabalhar, filho.
- A trabalhar em quê?
- Estou a emitir recibos, meu amor.
- Hummm. Mas mãe. E eu?
- E tu o quê, filhinho?
- E eu onde trabalho? Eu quero trabalhar contigo.

- Tenho uma ideia. Vamos criar aqui uma zona de trabalho e podes ser o meu assistente. Parece-te bem?
- Oh! Sim, sim!!! Isso é que é uma boa ideia, mamã.

**************

(A few months ago)

- Mammy, what are you doing?
- I'm working, darling.
- Working on what?
- I'm issuing some receipts, sweetie.
- Hummm. But mammy, what about me?
- What is it about you, sweetheart?
- Where do I work? I want to work with you.

- I have an idea. Let's create a work zone for you here, and you can become my assistant. What do you think?
-Oh! Yes, yes!!! That's a very good idea, mammy.




Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Organizar as obras-primas :: Organizing the master pieces

{Scroll down for English}

Das mais toscas às mais especiais, não consigo desfazer-me de nenhuma das obras de arte do artista mais pequeno da casa. Andaram algum tempo perdidas no fundo da gaveta, sem saber muito bem o que fazer com elas.

Esta pasta resolveu o problema.

******************

From the scrawl to the most special, I cannot get rid of any of our little artist's master pieces. Not sure about what to do with them, they'd been cast off for quite a long time in the bottom of a drawer.

This folder solved the problem.




Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Bolo de chocolate saudável e delicioso :: Healthier and delicious chocolate cake

{Scroll down for English}

A versão mais saudável que consegui, do nosso bolo de chocolate favorito.

Ingredientes:

- 6 ovos,
- 150 gr de açúcar de coco,
- 80gr de óleo de coco,
- 250gr de chocolate de culinária (mínimo 70%),
- 50 gr farinha de aveia,
- Framboesas para guarnecer.

Preparação:

Ligar o forno a 200ºC.
Barrar uma forma com azeite e farinha.
Bater as claras em castelo. Reservar.
Bater o açúcar com as gemas e o óleo de coco, até ficar com um aspecto cremoso. 
Derreter o chocolate em banho maria e juntar ao creme anterior.
Adicionar a farinha.
Envolver as claras em castelo na mistura, com muito cuidado.
Levar ao forno por 10-15 mins.
Guarnecer com as framboesas

****************

The healthiest version of our favorite chocolate cake.

Ingredients:

- 6 eggs,
- 150 gr of coconut sugar,
- 80gr of coconut oil,
- 250gr of cooking chocolate (minimum 70%),
- 50 gr oatmeal flour,
- raspberries to garnish.

Preparation: 

Preheat your oven to 200ºC.
Grease your cake pan with olive oil and flour.
Beat the egg whites. Reserve.
Beat the sugar with the egg yolks and the coconut oil, until it looks creamy.
Melt the chocolate in bain marie and add it to the previous mixture, as well as the flour.
Mix the egg whites carefully into the mixture.
Bake for 10-15 mins.
Garnish with raspberries.


Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

O pai natal recebeu correio :: Santa's got mail

{Scroll down for English}

Sabem aqueles momentos em que os nossos filhos insistem que querem determinado brinquedo, e nós não temos a mínima intenção do lho dar, contudo sabemos que se proferirmos a palavra "não", teremos que lidar com uma crise de choro descomunal? 
Pois bem, a maior parte das vezes eles nem querem assim tanto aquele brinquedo, aquilo que eles realmente querem é que os ouvimos e aceitemos que gostariam de o ter. 

O S começou a ter estes anseios a partir do natal passado, estranhamente após ter recebido um absurdo de presentes de natal, (já para nem falar dos que recebeu logo a seguir, no seu aniversário, que é em Janeiro)... 
Definitivamente, lidar com este comportamento era coisa que eu não conseguiria por muito tempo. 

Um dia, ele pediu-me uma das figuras da Patrulha Pata, e algo deste género saiu da minha boca: "Claro que sim. Tu adoras a Patrulha Pata, faz todo o sentido que coloquemos na nossa lista para o Pai Natal. O que é que tu achas?" 
Saquei do meu caderno e escrevi o seu pedido. Quando me viu escrever no caderno, os seus olhos brilharam de satisfação. A partir daquele momento, sempre que havia um pedido, ia directamente para a lista. 
Fazemos isto há pelo menos 10 meses, e garanto-vos que funcionou sempre. A partir de determinado momento, aliás, já era ele que me dizia: "mamã, tens que pôr isto na lista do pai natal".

Há algum tempo atrás, encontrei esta caixa de correio numa loja, e achei o máximo! Em vez de escrever uma lista, passamos a colocar os desejos de natal na caixa de correio. Visualmente, ele gosta muito mais do processo, e fisicamente, consegue participar nele. 

Se o S vai ter todos os brinquedos que pediu? Claro que não! Daqui à uns dias vamos colocar todos os cartões em cima da mesa e ele vai ter que escolher o que mais gostar de todos.

Deixo a ideia, pois o Natal está quase a chegar ;)

*****************

Do you know those moments when our child begs us for a certain toy, and we don't have the slightest intention of buying it, but if we say the word "no ", we know that we'll have to deal with a little crisis afterwords?

Well, most of the times they don't want that toy so badly, what they really want is that we listen to them, acknowledge and accept that they would like to have it.

S began to have these yearnings from last Christmas, curiously after having received an absurd of christmas gifts, (not to mention those he received soon after, on his birthday, which is in January)...
Dealing with this kind of behavior was something I couldn't do for long...

One day he asked me for a Paw Patrol figure, and something like this came out of my mouth: "Of course you do. You love Paw Patrol, it makes all sense that we add it to our Santa's list. What do you think? Shall we do that?"
I took out my notebook and started our Santa's list. When he saw me writing it down, his eyes started to shine with satisfaction. From that moment on, whenever he asked me something I would repeat the story.
We have been doing this for at least 10 months, and I assure you that it has always worked. In fact, from a certain moment on, he was the one coming to me saying: "Mamy, mamy, you have to add this to Santa's list".

Some time ago, I found this mailbox in a shop, and fell in love with it. Instead of writing a list, we now put the Christmas wishes into the mailbox. Visually, he likes this process better, and physically, he's able to get involved on it.

Will S get all the toys he asked for throughout the year? Of course not! In a few days we'll put all the cards on the table and he'll have to choose which one he likes best.

I leave you this idea, because Christmas is nearly here ;)


Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 





sábado, 5 de novembro de 2016

Altamente recomendado :: Highly recommended

{Scroll down for English}

Completamente rendida a este documentário, dirigido por Estela Renner, Maio, de 2016*. Que faz uma profunda reflexão sobre a importância dos primeiros anos de vida da criança (0-6 anos), no seu desenvolvimento emocional, cognitivo e social, de acordo com os últimos avanços da neurociência.

Neste fim-de-semana, recomendo, recomendo, recomendo!

****************

Completely surrendered to this documentary, directed by Estela Renner, May 2016 *. 
A deep reflection about the importance of the first years of the child's life (0-6 years), on his emotional, cognitive and social development, according to the latest advances in neuroscience.


This weekend, I highly recommend it!


“Parents sometimes worry that they don’t have the money, they don’t have the time, or they can’t buy their children fancy toys, and computers, and iPads and iPhones. What I’d like to tell them is that is not those toys. You’re the most important thing in that child’s life. It’s you. You’re the best teacher, the first teacher. And it’s the things that come for free: It’s your words, it’s your love, it’s your play, it’s that connection that you build between you and your child, that means all the difference in the world”


Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 
*Available in Netflix, iTunnes and Google Play.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Mama's boy

{Scroll down for English}


"Como tua mãe, o meu trabalho é apenas semear. Semear o tempo todo. Se as sementes forem fortes, um dia colheremos frutos. Se não forem fortes o suficiente, viajarei pelo mundo inteiro na busca da semente que melhor se adapte ao teu tipo de solo."
Sofia 

********************

"As your mum, my only job is to sow. Sow all the time. If the seeds are strong, one day we might reap the fruits. If they aren't strong enough, I will travel the world searching for the one seed that best fits your type of soil." 
 Sofia



Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

domingo, 30 de outubro de 2016

Arrumação instantânea :: Clean up in a flash

{Scroll down for English}

Eu não cresci rodeada de muitos brinquedos, e uma ou duas bonecas que tinha melhores, eram sagradas para a minha mãe (que teve, talvez, duas (de trapos), durante toda a sua infância), logo, eu não podia brincar com elas sempre que quisesse. 
Não me restava alternativa senão, de vez em quando, ir à "caça" das minhas bonecas, tentando encontrar o último esconderijo, que a minha mãe tinha escolhido para elas. Em caso de operação bem sucedida, eu brincava um bocadinho com elas e de seguida, colocava-as novamente no seu lugar, de modo que ela não notasse a minha "intrusão".

Talvez por este motivo sempre fiz questão que o Salvador respeitasse os seus brinquedos.
Desde que começou a brincar que o encorajo, tanto a cuidar dos seus brinquedos, como a usar um brinquedo de cada vez. Em bébé, por exemplo, se ele estivesse a brincar com a torre de bolas, eu fá-lo-ia perceber que já não precisava mais do xilofone. Desta forma, ninguém incorre no risco de, acidentalmente, pisar sobre os brinquedos e magoar o pé, bem como, parti-los.

Ele pode, obviamente, usar tudo o que quiser, sempre que quiser. Não há caça aos brinquedos escondidos. No entanto, a regra é sempre esta: Brinquedos que não estão em uso, devem regressar  para a caixa dos brinquedos.

A arrumação é muito fácil de fazer com estas práticas caixas, onde ele pode colocar tudo sozinho. Contudo, reparei que como os brinquedos estavam todos misturados, por vezes se chateava por perder demasiado tempo à procura de um específico, com que lhe apetecesse brincar.

Então, eu pensei que era o momento certo para uma atualização.

Usei o Microsoft Word para criar uma grelha, e o google para procurar imagens que ele seria capaz de reconhecer, como por exemplo, blocos de Lego, para a sua coleção de legos.
Imprimi e cortei as imagens.
Como não tenho uma plastificadora elétrica, usei papel de plastificar livros, para proteger as folhas. Acho que não ficou nada mal.
Finalmente, usei fita-cola, dupla-face, e colei cada imagem nas diferentes caixas.

Não podem imaginar a diferença que esta pequena mudança fez na arrumação dos brinquedos, e na confiança que trouxe às brincadeiras do mais pequeno. 

Se alguém tiver interesse, terei todo o gosto em partilhar os meus prints com vocês, mandem-me para isso o pedido por email.

*******************

When I was a child, I didn't have many toys,  and the best one or two that I did have, were kind of sacred for my mum, (who has got maybe 2 rag dolls, her entire childhood), so I couldn't really play with them anytime I wanted. 
From time to time, I had no chance but going on a toy "hunt", trying to find the latest hiding space  for my dolls, that mum had chosen. In case of success, I would play a little with them, and then put them back again on its place, so that she couldn't notice my "intrusion".

Maybe this is why I've always made sure Salvador respected his toys. 
Ever since he started to play, that I encouraged him either to care for his toys and to use one toy at a time. As a baby, for instance, if he was playing with the ball tower, I would show him that he no longer needed the xilofone. 
This way, no one incurs the risk of, accidentally, step on the toys and hurt the feet, as well as, breaking them.

He can, obviously, use everything he wants, any time he wants. No hidden toys to hunt for. Nevertheless, the rule always stands: toys that are not in use, must go into the toy's box. 

The clean up is very easy for him to do on his own, with these amazing boxes, where he can easily store everything. Yet, I noticed that because they were all mixed up, he struggled to find specific toy, that he might want to play with in a certain moment.

So I thought it was time to a little upgrade. 

I used Microsoft Word to create a grid, then used google to search for images that he would recognize, like Lego blocks, for his Lego collection, for example. 
I printed it and cut the images.
I don't have a laminator, so I used book wrapping film to protect the sheets, and it turned out ok. Finally I used double face tape to stick them into each of the toy boxes.

You cannot imagine the difference that this small change made to our clean up time, and the confidence that it brought to our little one, on the stories that he's building up. 

I'm more than happy to share my prints with you, if you find it interesting, just drop me an e-mail please.



Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

terça-feira, 25 de outubro de 2016

De volta ao cultivo :: Back to gardening

{Scroll down for English}


As temperaturas já baixaram para os 30ºC - 33ºC, aqui no Qatar. Sinto-me, agora, mais confiante para iniciar a nossa sementeira de 2016. E estou super entusiasmada com isso.
Expôr o S ao hábito de plantar e cuidar daquilo que come, é algo que valorizo imensamente.

Vamos ver como corre a temporada.

**********************

Temperatures have dropped to 30ºC - 33ºC, here in Qatar. I am more confident now, to start our 2016 sowing, and I'm super excited about it. 
Exposing S to the habit of planting and caring for his own food is something I value immensely.

Let's see how the season goes.




Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Uma história para pensar :: A story to think about

{Scroll down for English}

Há duas histórias que se cruzaram na minha caminhada para mudar a minha vida. Uma delas é esta:
Era uma vez um ovo de gaivota que rolou para uma capoeira de galinhas.Quando a gaivota nasceu, olhou à sua volta e só viu galinhas. Achando que era uma delas, cresceu a imita-las, mas sempre se sentiu diferente e algo desajeitada. Certo dia, a gaivota olhou para o céu e viu gaivotas a voar. Ficou de tal forma maravilhada que perguntou a outra galinha o que era aquilo. A galinha respondeu-lhe que era uma gaivota. A gaivota ficou fascinada com o que vira e insistiu com a galinha. Perguntou-lhe porque é que elas não voavam ou planavam como as gaivotas. A galinha respondeu-lhe que o lugar delas era na capoeira, a comer milho, e explicou-lhe a diferença entre as galinhas e as gaivotas. A gaivota ficou triste porque, afinal, ela preferia ser como aquela gaivota que voava, sem saber que também ela, era uma delas. Então, resignou-se com a sua condição de galinha e ficou naquela capoeira durante toda a sua vida.
In Chicken Soup for the Soul, de Jack Canfield e Mark Victor Hansen

**************************

There are two stories that crossed my path to change my life. One of them is this: 
Once upon a time a seagull egg rolled into a chicken's farmyard. When the gull was born, she looked around and saw only chickens. Thinking she was one of them, she grew up imitating them, but always felt different and clumsy. One day, the gull looked up to the sky and saw seagulls flying. That was such a wonder for her, so she asked to a chicken what was that. The chicken replied that it was a seagull. The gull was fascinated by what she had seen and asked why they did not fly or glide, like seagulls. Chicken answered that their place was in the farmyard, eating corn, and explained the difference between the chickens and the seagulls. The gull was sad because, after all, she would rather prefer to be like the flying seagulls. Unaware that she was also one of them, she resigned herself with her chicken condition and spent all her life in that farmyard.

In Chicken Soup for the Soul, from Jack Canfield and Mark Victor Hansen

Font

Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Granola on tube


{Scroll down for English}

Devido ao significante número de pessoas que me têm questionado acerca da minha receita de granola, decidi fazer um video que responde a todas as questões.
Espreitem.

*************

Due to the significant number of people that have asked me about my granola recipe, I decided to make a video that answers all the questions. 
Take a look.


Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

Propósitos não se discutem

Mobilar uma casa que vai ser nossa temporariamente não é tarefa fácil, especialmente se quisermos continuar a dar-lhe aquele ar de: "lar doce lar".

Por norma ninguém vem para o Qatar de malas e bagagens. A maior parte das pessoas fica por um período de tempo pré-estabelecido, no final do qual deve abandonar o país, em 30 dias. Em consequência, existem um sem fim de open houses e expat leaving sales a acontecer na cidade, todos os dias, e dos quais eu fui muito assídua durante os primeiros meses. 
É uma excelente oportunidade de adquirir objectos e mobiliário em muito bom estado, a um custo muito baixo. 

Uma das peças que adquiri, foi esta estante, desenhada para um fim, totalmente, distinto, (normalmente vende-se para casa de banho...), e que eu aproveitei para colocar em destaque na minha cozinha...

A estante Molger, é bastante estreita, (condição essencial para caber neste cantinho), mas tem a arrumação necessária para expôr todos os meus, adorados, frascos e fresquinhos. 
Adicionalmente foi ainda muito fácil aplicar ganchos para pendurar panos, avental, coador, etc.

Adoro a quente sensação de conforto que a minha cozinha ganhou após este "re-propósito". 


Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Melancolia :: Melancholy

Quase dois meses se passaram desde a última vez que escrevi, de forma mais ou menos consistente, neste meu cantinho virtual - facto que dificulta, um bocadinho, o fluir da minha escrita, devo confessar. 

Tenho muitos posts preparados, em rascunho, mas como falho na sua publicação, quando volto a eles, parecem-me já fora de contexto. Outras vezes, as coisas que tenho para transmitir são tão intensas e/ou pessoais que me perco a tentar redigi-las, acabo por apagar tudo e ficar com elas só para mim.

Muita coisa, impossível de transcrever num simples texto, aconteceu, nos últimos meses. Em resumo: Fizemos novas amizades. Reconstruímos o nosso lar. Participamos em incontáveis playdates e playgroups com o S.  Concluímos a burocracia da obtenção da residência e carta de condução. Recebemos visitas. Fomos visitas. Conhecemos países novos. Sobrevivemos ao verão qatari. Festejamos o nosso título de campeões europeus, de uma forma muito especial. Fomos turistas no nosso próprio país. Preparamos o regresso às aulas, e estamos a lidar com ele, à nossa maneira. 

O tempo, de Junho para cá, passou muito rápido, o que não é mau sinal, certo? Parece mentira que estejamos, já, na minha segunda estação do ano favorita: o Outono. Para mim, há um romantismo qualquer nele, transcrevo-o em imagem, por falta de adjectivos que o façam por mim.

Neste meu post, trago um pouco de melancolia, porque biologicamente o meu corpo necessita de respirar Outono. De se arrepiar com o vento. De puxar pelas mantas. De sentir o fresco das primeiras chuvas. De sentir o quentinho da casa e o cheirinho, doce, vindo do forno. 

No Outono, reinicia-se o ciclo da natureza, silenciam-se os zuns zuns dos transeuntes, há um  abrandamento de ritmo natural, que propicia o recentramento, essencial à nossa evolução saudável.

Tudo isto uma miragem, literalmente, uma miragem... 

Sim, aproveitarei, gratamente, o que este lugar terá para me oferecer, nesta época do ano, mas o saudosismo presente no ADN de cada português, afinal também me habita, e aparentemente despoleta a cada Outono.
Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 


sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Linguagem Gestual para Bebés. Já conheciam? :: Baby Sign Language. Do you know about it?

{Scroll down for English}

Numa bela manhã, num dos playgroups que costumava frequentar com o meu filho, decorria uma banal conversa entre mães, sobre linguagem gestual para bebés. 
Três, conheciam e tinham praticado, as restantes conheciam, mas não tinham praticado, e eu, depois de ouvir em primeira-mão sobre as experiências, extremamente positivas, das minhas condiscípulas, desejava já ter ouvido falar sobre ela, antes...

Para me sentir melhor comigo mesma, coloquei a culpa no facto de, provavelmente "a moda" ainda não ter chegado ao meu país, na altura em que a deveria ter posto em prática, e prometi a mim mesma, escrever um post sobre o assunto, para ajudar a espalhar a palavra.

Linguagem gestual para bebés consiste, basicamente, em comunicar com os nossos bebés, muito antes de eles conseguirem expressar-se verbalmente (a partir dos 6 meses, sensivelmente), ajudando enormemente, segundo as presentes mães, na redução dos seus choros e desconfortos.
Sabendo-se compreendidos e capazes de se expressar, os bebés impulsionam a sua auto-confiança, aumentam a sua capacidade cognitiva e estreitam laços com os pais. 

Quem conhecia? Quem já experimentou? Quem tem vontade de experimentar?

********************

In one of these mornings, in one of the playgroups I used to attend with my son, a banal conversation, about baby sign language was happening between moms.
Three of them knew all about it, and had practiced it, the others, heard about it before, but hadn't practiced it. And I, after listening to their extremely positive experiences, wished, to have heard about it before...

To feel a bit better with myself, I blamed the fact that probably the practice hadn't "arrive" to my country, at the time I should have put it into practice. And promised to myself I would write a post about the subject, to help spread the word.

Baby sign language, basically means communicating with our babies before they're able to express themselves verbally (from 6 months onwards), helping greatly, according to the present moms, reducing their cries and discomforts.
Being able to express themselves, in a way they can, babies, boost their self-confidence, increase their cognitive ability and create a special bond with their parents.

Who knew about it? Who's experienced it? Who's willing to try it?

Font 

Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 

terça-feira, 28 de junho de 2016

Escadas super versáteis :: The super versatile stairs

{Scroll down for English}

O que eu adoro estas escadas de dois degraus!!!
São super versáteis! Num minuto servem de auxílio para chegar aos sítios mais altos. No minuto seguinte, facilmente embelezam um cantinho qualquer, (como aqui e aqui). 
Num outro momento, também podem servir de banco extra, quando há mais pessoas em casa do que cadeiras disponíveis. E num outro momento, podem ainda assumir o papel de mesa para o pequeno da casa lanchar...

E fazerem lembrar-me das nossas velhas cadeiras da escola primária...

************

Oh I love these two step stairs so much!!!
They are so versatile! One minute they help us reach to the highest places. The next minute, they easily embellish a little corner, (such as in here and in here).
In another moment, they can also serve as an extra seat, when there are more people in the house, than chairs available. 
And some other time, they might also become a snack table for the little one in the house... 

And remind me of our old primary school chairs...




Pode seguir Sofias's Whispers através:
You can follow Sofias's Whispers on: 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...